quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Um Conto de Pássaros Sem Voz


Com suas brancas asas batendo
Voava primeiro o Pelicano
Ganancioso pelo seu prêmio

Então veio logo um pombo
Em silêncio indo tão longe
Bem além do Pelicano

Um Corvo assim surgia
Voando mais alto que o Pombo
Só para provar que conseguia

E um Cisne veio suave
Querendo um canto tranquilo
Perto d'outra ave

Afinal outro Corvo chegou
Bem rápido para logo parar
E grasnando logo cochilou

Quem mostrará o caminho
Quem abrirá o cadeado
Quem te guiara até
O seu prêmio prateado?

minha tradução do poema A Tale of Birds Without a Voice, presente no primeiro jogo da série de terror Silent Hill.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leitores dos Boêmios