quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Sussurros Numa Noite Qualquer

Quando não há fantasmas
O vento vai dormir
Mais cedo que um beija-flor.

Mas se os espíritos aparecem
O vento se apressa para anunciar
Que algo de estranho paira no ar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leitores dos Boêmios