quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Inferno

Deusas belas femininas
Entorpecem-me. Aquecem-me
Na sonolenta transa noturna
Deusas belas nuas

Glúteos. Firmes. Glúteos.
Nuvens em formas indiscretas
Roupas intimas fazem intimamente
Do corpo uma volúpia

Volúpia. A voluptuosidade.
Sede por mulheres libertinas.
Morenas, louras, índias
Loucas, negras, ninfomaníacas

Uma escuridão noturna
Religião carnal
Religião do libido
Inferno paradisíaco

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leitores dos Boêmios