quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Diário de um Desconhecido XII

O dia aparece como sempre apareceu, mas mesmo assim eu sinto que hoje o será diferente. Saúdo a noite como sempre faço e saio a procura da felicidade, que algo queria me dizer. Só vejo a alegria me dizendo que a felicidade devia estar mais a frente. Continuo andando e encontro ela, a mais perfeita dos seres, a mais bela entre as mulheres, conversando com o amor, que nos apresenta. Conversamos um pouco até que eu me lembro o que estava fazendo. Ela oferece sua companhia enquanto eu procuro a felicidade. Volto a caminhar enquanto eu e ela nos conhecemos melhor. O amor nos acompanha, na verdade eu acho que o amor está sempre ao lado dela. Pouco depois nós encontramos a felicidade que já não lembrava mais o que queria me dizer. O tempo diz que já era hora de nos separarmos. Nós nos despedimos e ela vai embora, mas não sem antes eu lhe perguntar como eu faria para encontrá-la novamente. Ela responde que só o que eu deveria fazer é fechar os olhos e viajar para lá, pois certamente ela estará lá me esperando. E, quando não mais eu a vejo, me aparece o sono e, mais uma vez, eu tenho de voltar ao mundo dos sonhos.

Um comentário:

  1. Andei meio sumida mas já dei uma geral aqui. Criações tão lindas como sempre *-*
    Amei o layout tbm, mto bem bolado, lindão. Beijos e feliz ano novo o/

    ResponderExcluir

Leitores dos Boêmios